ACONTECE

Loading...

Mensagem

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Verbos transitivos e intransitivos

A perfeita comunicação consegue expressar, de forma clara, as ideias contidas nas informações. Nesse caso, é importante lembrar que devemos manter um domínio sobre as palavras que utilizamos, pois nem sempre uma palavra sozinha (ou termo) consegue transmitir  uma  ideia, ela precisa, então, dos demais termos contidos na frase.
Veja: 

  I.  Tenho necessidade de ajuda.
 II. Completei a minha coleção.


Observe na frase I que “de ajuda” auxilia “necessidade”, de modo que a comunicação fique bem clara. Se não houvesse o termo “de ajuda”, poderíamos imaginar muitas outras informações, como, por exemplo, tenho necessidade de atenção, de silêncio, de amizade...
Na frase II, “completei” é auxiliado por “a minha coleção”, mas poderia ser: completei 15 anos, completei os pontos exigidos...

Com essas informações, veja atenciosamente o seguinte:






 
 
View more presentations from blogsaileoten

Observe que os verbos “comprei” e “conheço” necessitam de complemento; ficaria muito estranho dizer a alguém: “eu comprei” ou “eu conheço” sem falar o que comprei ou o que (ou quem) conheço, facilmente não seríamos compreendidos. Isso ocorre devido à necessidade que alguns verbos e nomes têm de um complemento.

Chamamos de transitivos os verbos que têm essa necessidade; observe, no gráfico acima, que os verbos que fazem as  setas  transitarem em busca de complemento são exatamente os verbos transitivos. Já o verbo “chorei”, no caso aplicado, não tem essa necessidade, ele é intransitivo.  No entanto, verbos tipicamente intransitivos poderão tornar-se transitivos em certas situações. Deve-se sempre analisar a construção do texto:
  • Chorei lágrimas amargas.

Agora, sabendo o significado de verbo transitivo e de verbo intransitivo, veremos que o verbo transitivo (aquele que transita) pode ser direto ou indireto. Observe bem:

 
View more presentations from blogsaileoten

Observamos que "amar" foi ligado diretamente ao termo "Fortaleza", o que não acontece com "morar" e "precisar", pois no caminho precisam de uma preposição para estabelecer uma comunicação clara e eficiente:

Moro em Fortaleza.
Preciso de ajuda. 

Não teriam sentido "Moro Fortaleza" e "Preciso ajuda". Dessa forma, esses verbos transitivos que precisam de preposição são chamados de transitivos indiretos (não vão direto ao complemento), enquanto os que fazem uma ligação direta são chamados de transitivos diretos.
Também é possível encontrar verbos que precisam de dois complementos: um ligado diretamente e outro ligado indiretamente:

Entreguei os documentos a todos.

Quem entrega entrega algo a alguém. Note que poderíamos dizer "entreguei os documentos" ou "entreguei a ele", dependendo da ocasião; "os documentos" e "a todos" complementam o verbo. "Entregar", então, é um verbo transitivo direto e indireto ao mesmo tempo: há um complemento sem preposição (os documentos) e um com preposição (a todos). Vale lembrar que esses verbos com dois complementos também são conhecidos como verbos bitransitivos.

Observe os verbos nos anúncios abaixo, verifique se os mesmos são transitivos ou intransitivos. Por que eles estão destacados (escritos em tamanho maior)?





Os leitores de tais anúncios são atraídos pelo verbo em destaque (ganhe), que é transitivo. Com a necessidade de completar o sentido do verbo, acabam lendo todo o texto. Com esses exemplos, percebemos que a comunicação que nos cerca segue uma lógica, nada é à toa.

Nas orações seguintes, verifique se os verbos são transitivos ou intransitivos:
Respostas logo a seguir.
 
1. O meu avô lê o jornal todos os dias.
2. A Dulce telefonou aos amigos de Nova Iorque.
3. O Rui ofereceu um relógio à namorada pelo Natal.
4. A minha avó adoeceu subitamente.
5. O Alexandre mentiu à professora de Inglês.
6. A Inês pediu uma explicação ao Bruno.
7. O Miguel desmaiou.
8. A Mariana arrumou o quarto ao irmão.
9. A Ana e a Susana praticam equitação.
10. Os meus pais compraram uma bicicleta à minha irmã.
11. A Sónia emprestou a régua ao Ricardo.
12. O meu tio Armando conhece várias línguas estrangeiras.
13. O programa de recuperação da empresa fracassou.
14. O Francisco enganou os amigos.
15. O Pedro e a Marisa conversaram durante toda a tarde.
16. A Olga escreveu ao namorado.
17. A minha turma visitou o Mosteiro de Alcobaça.


CONFIRA AS RESPOSTAS:

Considere VT: VERBO TRANSITIVO e VI: VERBO INTRANSITIVO



1- VT
2- VT
3- VT
4- VI
5- VT
6- VT
7- VI
8- VT
9- VT
10- VT
11- VT
12- VT
13- VI
14- VT
15- VI
16- VT
17- VT

Observe, entre os transitivos, os diretos e os indiretos. 

Lembre-se de tirar dúvidas com o professor.

DÚVIDA ZERO, ALUNO NOTA 10!

 

8 comentários:

  1. Gostei muito desse blog me ajudou muito msm!

    ResponderExcluir
  2. Nossa obrigado!
    Eu não tava entendendo direito a matéria e tinha prova disso amanhã!
    Parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  3. vlw ae ajudou muito agora eu tiro uma nota boa na prova

    ResponderExcluir
  4. Nossa que legal,acho que isto vai me ajuda obrigado !

    ResponderExcluir
  5. gostei esta explicação me ajudou muito em um teste de port

    ResponderExcluir
  6. ADOREI!!!PFTA EXPLICAÇÃO

    ResponderExcluir
  7. mt bom..obrigado
    legl os exercicios

    ResponderExcluir